Willian Tardelli - Fotojornalismo em Araxá e região

Você está aqui

Acusado de homicídio em jovem de 23 anos no ano de 2014, é condenado a 15 anos de prisão em Araxá.

Publicado em 16-05-2018 00:00

     O primeiro tribunal do júri deste ano de 2018, aconteceu em Araxá de 07 de 14 de maio e foi realizado pela Vara Criminal que esta sob a responsabilidade do Excelentíssimo Juiz de direito, Dr. Renato Zouain Zupo e com o Ministério Publico composto pelo promotores Dr. Flávio Valera e Dr. Genebaldo Borges, titulares das denúncias oferecidas nesta pauta.

 

     O Juiz Dr. Renato Zupo destacou que neste ano pretende realizar mais dois tribunais do júri na cidade, totalizando aproximadamente 15 processos que aguardam julgamento. “È preciso que seja feito esta força tarefa para que os processos não se acumulem, e com isso o tempo de julgamento dos réus não se exceda. É importante destacar o apoio da defensoria pública de Araxá com os defensores, Dr. Antônio Carlos Moni e Dr. Fabio Gandara, sem o apoio deles, nossos juris não aconteceriam, pois grande parte dos réus não tem condições de arcar com um advogado”, finalizou o magistrado.

 

     Na terça-feira, 15, ocorreu o julgamento dos réus Eduardo Marques de Souza, Daniel Veloso de Assis e Walisson Lucas Martins, acusados do crime de homicídio consumado ocorrido na noite de domingo, 02 de novembro, por volta de 23h00, na rua Agnelo Vieira Alves, no bairro Ana Pinto de Almeida, onde na ocasião o jovem Weverton Denise Alves, de 23 anos, foi morto com vários disparos de arma de fogo. Segundo consta na denúncia, o crime teria ocorrido após uma briga no interior de um bar por causa de uma partida de sinuca, a vitima e réus teriam brigado, em seguida os réus saíram do bar e momento em que vitima estava indo embora, foi surpreendido na rua e morto. Relembre o fato aqui.

 

     O julgamento durou mais de 12 horas, tempo em que os advogados de defesa Dr. Wisley Cill Farney e o Dr. Edson Mauro, juntamente com o defensor publico Dr. Fabio Gandara e o Promotor de justiça, Dr Fabio Valera (acusação), puderam apresentaram ao corpo de jurados todo processo ao qual os réus estavam denunciados e depois de finalizado o tempo de acusação e defesa, o Excelentíssimo Juiz, Dr. Renato Zupo se reuniu em sala secreta com o corpo de jurados, onde decidiram pela condenação do réu Eduardo Marques de Souza, a 15 anos de prisão em regime fechado pelo crime de homicídio consumado por motivo torpe, que tirou a vida de Weverton naquele dia. Já os réus Daniel Veloso e Walisson Lucas foram absolvidos pelo corpo de jurados, mesmo estando no veiculo com o autor no dia do crime.

 

     O réu Daniel Veloso foi defendido pelo advogado Dr. Wisley Cill Farney, o réu Walisson Lucas foi defendido pelo advogado Dr. Edson Mauro e o considerado culpado pelo júri, Eduardo Marques foi defendido pelo defensor público, Dr. Fabio Gandara. O próximo júri devera ocorrer entre os meses de setembro e outubro deste ano, e a pauta divulgada posteriormente pela Vara criminal de Araxá.

 

 

 

 

Acompanhe no Facebook

Publicidade