Willian Tardelli - Fotojornalismo em Araxá e região

Você está aqui

Autores do latrocínio da vítima Wilton Gonçalves (Juninho Pala de Ibiá), são condenados a mais de 26 anos de prisão em Araxá.

Publicado em 29-07-2017 00:00

       Nesta quinta-feira, 28 de julho, foi realizado o julgamento dos acusados Lucas Alves dos Reis e Gabriel Henrique da Silva Martiminiano, Caio Alves Carvalho Gusmão, ambos hoje com 20 anos, e que eram apontados nas investigações policiais como sendo os principais autores, do crime de latrocínio da vítima Wilton Gonçalves Junior (Juninho Pala), ocorrido na noite de sexta-feira, 07 de agosto do ano de 2015, relembre o caso aqui.

       Na ocasião a vítima Wilton Gonçalves, que era morador da cidade de Ibiá/MG, foi morta a golpes de martelo na região da cabeça pelos dois jovens. Segundo consta nos autos do processo, o acusado Gabriel Henrique, mantia um relacionamento com a vítima Wilton Gonçalves, e segundo depoimento de Gabriel Henrique, a vítima estaria ameaçando de procurar sua esposa e contar a ela, sobre o suposto relacionamento existente entre eles.

       Mediante e esta situação os acusados Gabriel Henrique e seu amigo Lucas Alves, combinaram com a vítima para que ela viesse a cidade de Araxá, onde iriam se encontrar. Em seguida eles foram até um matagal na zona rural de Araxá e dentro do carro, desferiam golpes de martelo na cabeça da vítima Wilton Gonçalves. No dia seguinte o acusado Gabriel Henrique e Caio Alves retornaram ao local onde o corpo da vítima foi deixado e ainda tentaram ocultar o cadáver, colocando fogo no mesmo, porém sem sucesso, sendo o corpo localizado na manhã de terça-feira, 11 de agosto, relembre o fato aqui .A reconstituição foi realizada no dia 14/08/2015, relembre aqui.

      Após os trabalhos do Excelentíssimo Juiz de Direito, Dr. José Aparecido Fausto de Oliveira e dos trabalhos de defesa dos advogados dos réus, foi lida a sentença que condenou Lucas Alves dos Reis a 24 anos de prisão, Gabriel Henrique da Silva Martiminiano a 27 anos e 03 meses de prisão, a Caio Alves Carvalho Gusmão a 01 ano, ambos em regime fechado.

Acompanhe no Facebook

Publicidade