Willian Tardelli - Fotojornalismo em Araxá e região

Você está aqui

Semana do júri popular inicia nesta segunda-feira, e os crimes do Bombeiro Militar Gislei e da jovem Franciela são os mais aguardados pela população Araxaense.

Publicado em 09-11-2015 00:00

       Acontece esta semana de 09 a 13 de novembro, a última semana do júri popular em Araxá, serão julgados cinco casos de homicídios ocorridos na cidade. O júri popular será comandado pelo juiz da vara criminal de Araxá, Dr. Renato Zouain Zupo, pelos promotores Genebaldo Borges e Fabio Valera e por um corpo de jurados escolhidos minutos antes dos julgamentos.

       A programação dos julgamentos será a seguinte, na segunda-feira, 09, será julgado o caso do réu Rafael da Silva, que será julgado por matar a vítima, Luiza Helena Rufino a facadas no dia, 21 de junho de 2014, no bairro Urciano Lemos, na época cobrimos o fato, confiram aqui a matéria.

       Na terça-feira, 10, o julgamento é do réu Antônio Marcos Pereira de Souza, que matou a vítima Geovane Pereira Gomes, com um golpe de faca no pescoço, no dia 9 de outubro de 2014, no bairro Aeroporto.

       Na quarta-feira, 11, será o julgamento do réu Carlos Eduardo Mota, que matou a sua ex-amásia Franciela Cristina Albino, na época com 20 anos, no dia 9 de abril de 2013, com cerca de 15 facadas em frente a loja que ela trabalhava, na rua Capitão José Porfírio, na época cobrimos o fato, confiram aqui. O casal viveu junto por dois anos, e teriam terminado após a vítima descobrir uma suposta traição do réu, que não aceitou o fim do relacionamento e assassinou Franciela, na época a vítima deixou uma menina de 5 meses. Ele será julgado pela prática de homicídio qualificado pelo motivo fútil, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima. Neste julgamento teremos como assistente de acusação o advogado Dr. Ercio Quaresma, o que defendeu o goleiro Bruno no crime da vítima desaparecida até os dias de hoje, Elisa Samudio.

       Na quinta-feira, 12, o réu  Ezequiel Ferreira de Lima, será julgado pelo crime de homicídio consumado, onde no dia 21 de junho de 2013, por volta de 21h10, onde na ocasião a vítima Marcelo dos Reis Silva, foi morto a golpes de socos e chutes na rua Maria Lucinda da Mota, no bairro Ademar Rodrigues Valle.

       Na sexta, 13, um dos julgamentos mais aguardados em Araxá e em toda Minas Gerais, principalmente em relação ao Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, pois será a vez do julgamento do crime de homicídio em que no dia 11 de junho de 2012, por volta de 21h30, na rua Ernesto Nogueira de Lima, o bombeiro militar Gislei Oliveira Reis, foi morto a tiros. Os acusados são a ex mulher da vítima, Kelly de Lima Alves Soares, que segundo as investigações teria planejado e juntamente com seu amante Jusmar Junio Martins, cometido o crime, matando o a vítima. Todos os julgamentos se iniciarão as 08h00 de cada dia, serão abertos e poderão ser acompanhados pelo público de Araxá e região.

Acompanhe no Facebook

Publicidade