Willian Tardelli - Fotojornalismo em Araxá e região

Você está aqui

Polícia Civil prende mãe e filho, investigados por estelionato em Araxá/MG.

Publicado em 06-04-2017 00:00

      A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu na quarta-feira, 27 de março, uma mulher identificada como sendo C.F.C de 39 anos e seu filho M.A.F de 22 anos, investigados pelo crime de estelionato na cidade de Araxá/MG.

      A 2ª Delegacia regional de Araxá chefiada pelo delegado Dr. Vitor Hugo Heisler, cumpriu na referida data, os mandados de prisão preventivas expedidos pela Vara Criminal, e Ministério Público de Araxá em desfavor da mãe e do filho.

      O Delegado Dr. Christiano Dib, responsável pelas investigações e pela Delegacia de fraudes da regional de Araxá, relatou que os investigados tinham uma página na rede social Facebook, de nome Fenix Excursões e Lazer, onde anunciam a vendiam passagem para excursões em pousadas e clubes. Sendo que no dia 19/02 deste ano de 2017, eles venderam passagens para uma excursão em uma pousada no município de Patrocínio/MG, sendo que no dia e horário marcado, não passaram para pegar os passageiros.

      Os investigados moravam na cidade de Araxá, e tinha como pratica, passar antes nas residências das pessoas e receber o dinheiro das passagens, as quais variavam de, R$ 40,00 a 60,00 por pessoa, e quando chegava no dia do evento eles não passavam para leva-los ao local contratado. Até a presente data, 14 vítimas, já procuraram a Delegacia de Polícia Civil, prestando queixa sobre o fato. Depois da última agendada e não cumprida, eles se mudaram de Araxá para a cidade de Perdizes, onde foram presos.

      Mãe e filho estão presos em prisão preventiva no presidio de Araxá, a disposição da justiça. O Delegado pede as demais pessoas que foram vítimas dos investigados, que procurem a Delegacia e prestem seu depoimento. A pena para o crime de estelionato, é de 01 a 05 anos de prisão. Confiram a matéria completa no video em nosso canal no youtube, no link abaixo.

 

 

Acompanhe no Facebook

Publicidade