Willian Tardelli - Fotojornalismo em Araxá e região

Você está aqui

PRF prende homem de 35 anos em Araxá, por falsa comunicação de crime e por furto de carga na Br.262.

Publicado em 08-02-2017 00:00

       Na noite de terça-feira, 07 de fevereiro, por volta de 18h00, compareceu no posto da Policia Rodoviária Federal (PRF) o indivíduo L.O.M, onde relatou aos agentes rodoviários federais que havia sido vítima de roubo na cidade de Uberaba/MG, na noite de domingo 06 de fevereiro, onde assaltantes teriam lhe abordado na BR-050, logo depois do entroncamento com a BR-262, sentido São Paulo, onde foi levado pelos supostos autores uma carga de 50.000 kg de milho a granel, um aparelho celular, a quantia de R$ 2.500,00 em cheques e R$ 300,00 em dinheiro.

       Como demonstrava certo nervosismo nas suas declarações e imprecisões nas informações, que foram verificadas junto ao disco de tacógrafo e tickets de pedágio, os Policiais realizaram buscas na cabine do caminhão, encontrando o celular que o indivíduo disse ter sido roubado e mais o valor de R$ 7.650,00 em dinheiro, escondido em um compartimento secreto, ao lado do rádio amador/Px do veículo. O indivíduo então confessou, que combinou o desvio da carga em conversas com outros motoristas na cidade de Uberlândia/MG, onde ficou combinado que ele deslocaria com a sua carreta Bi-Trem,  carregada com a carga de milho até o início da Br.050 na cidade de Uberaba/MG, um pouco à frente do entroncamento com a BR-262.

       O indivíduo L.O.M então estacionou o caminhão carregado com grãos de milho, na data de segunda-feira (06), pouco antes da meia-noite, onde então segundo ele, chegaram dois indivíduos em um VW/Gol de cor preta, sendo que um tomou a direção do Bi-Trem para sair das proximidades da BR-050, até que descarregassem o caminhão, sendo devolvido posteriormente o conjunto veicular já descarregado. Diante dos fatos, foi constato que L.O.M cometeu o crime de falsa comunicação de crime e furto de carga, sendo dada voz de prisão em flagrante delito, sendo o mesmo encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Araxá, onde foi apresentado ao Delegado de plantão para as providencias cabíveis.

Acompanhe no Facebook

Publicidade